Guardas Municipais de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, se depararam com uma situação surpreendente no início da tarde desta quarta-feira (20). Eles foram chamados para socorrer um idoso de 68 anos que morava sozinho e possuía problemas cardíacos. A situação ficou ainda mais preocupante quando durante uma ligação, o homem parou de falar repentinamente.

Guardas são chamados para atender idoso que passava mal, mas se deparam com depósito de armas na casa dele
Foto: Divulgação

A GM tentou ligar novamente, mas sem sucesso. Imediatamente, uma viatura foi até a Rua Vicente Nalepa, no bairro Dom Pedro. Os guardas foram obrigados a entrar na residência para socorrer o idoso e, enquanto aguardavam a chegada da ambulância, eles tiveram uma grande surpresa: uma mesa com várias armas de fogo.

Cinco armas diferentes estavam sobre a mesa: 1 espingarda de retrocarga, 1 fuzil 7.62 tipo mosquete, 1 fuzil 7.62 de repetição,1 rifle de calibre não especificado e 3 espingardas artesanais. Além disso, os guardas encontraram 311 munições de diversos calibres, inclusive munições calibre .50 e de fuzil 7.62.

Os guardas também não encontraram qualquer registro ou documentação do armamento na residência. Todas as armas apreendidas foram entregues à Polícia Judiciária, que irá instaurar inquérito para averiguar a procedência do material.

O idoso foi encaminhado até à UPA para atendimento médico e transferido para o Hospital Nossa Senhora do Rocio em estado grave.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Guardas são chamados para atender idoso que passava mal, mas se deparam com depósito de armas

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.