Por Marina Sequinel e Djalma Malaquias

grafiteirosdentro(Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

Um suposto mal-entendido terminou com um grupo de 20 grafiteiros levados para a delegacia no bairro Cachoeira, em Curitiba, na manhã deste domingo (13). A Guarda Municipal (GM) foi acionada para atender um caso de pichação no muro de um condomínio, localizado na Rua David Bodziak.

Após a chegada da GM, os jovens afirmaram que tinham sido autorizados por um morador a fazer os desenhos na parede. “O responsável pelo evento tirou uma permissão verbalmente e não por escrito. Ele não organizou de forma correta e deu no que deu. A gente veio para colorir o muro, não para vandalizar, mas, infelizmente, o resultado disso tudo foi negativo”, comentou James, grafiteiro que participaria da ação, em entrevista à Banda B.

Segundo o guarda municipal Clodoaldo, para liberar esse tipo de trabalho, os grafiteiros precisam da autorização dos moradores do condomínio por meio de uma assembleia. “O síndico deve, ainda, promulgar essa permissão e emitir um documento, assinado. Sem isso, nós não podemos autorizar a ação”, explicou.

O grupo foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos. Eles devem assinar um Termo Circunstanciado e podem ainda pagar multa, dependendo da decisão do delegado.