Por Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias

O adolescente Daniel Felis dos Santos, 17 anos, foi encontrado morto e enterrado em uma cova rasa na manhã desta quarta-feira (8), na Cidade Industrial de Curitiba. A família relatou que ele era usuário de drogas e estava devendo valores a um traficante da região. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada. A Polícia Civil pode prender os autores nas próximas horas.

O crime aconteceu na rua Júlio Garmatter, Moradias Alto Bela Vista, no Augusta. O delegado Cássio Conceição da DHPP contou que ele foi arrastado até a plantação. “Foi morto na madrugada, trouxeram o corpo e enterraram aqui nessa plantão de feijão. Era usuário e provavelmente foi dívida de droga. Moradores escutaram tiros e, como ele não foi para casa, os pais começaram a procurar e agora encontraram a cova”, disse à Banda B.

A polícia acredita que o adolescente foi morto por mais de uma pessoa. “Já temos algumas informações, vamos fazer diligências para tentar localizar os autores, já que é mais de uma pessoa”, finalizou o delegado.

A mãe do adolescente confessou que o filho era usuário de drogas e sentiu que algo aconteceria com ele. “Ele saiu de casa ontem para ir trabalhar, ele trabalha com lataria e pintura de carro. Ele não voltou para casa, ouviram cinco tiros e já saímos ver o que tinha acontecido. Eu sabia que algo poderia acontecer, estava devendo para um piá e eu já estava pressentindo que algo poderia acontecer”, finalizou Etelvina dos Santos. O corpo do adolescente foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.