Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

vila das torresGaroto levou 4 tiros e não resistiu aos ferimentos. Foto: BH/Banda B

Um adolescente de 17 anos foi baleado na manhã desta quinta-feira (31), no bairro Prado Velho, em Curitiba. Identificado apenas como Geovane, o garoto estava na calçada quando foi alvejado por quatro disparos de arma de fogo, que atingiram o peito do rapaz. No local do crime, havia sido divulgado que a vítima teria 13 anos, mas, no Instituto Médico Legal, foi verificado que ele tinha 17 anos.

A Vila das Torres vive momentos de atentados diários contra moradores, principalmente, rapazes desde o domingo, quando um duplo homicídio foi registrado. A polícia está em alerta com a situação. No final da manhã, ele morreu no Hospital Cajuru.

A população foi hostil com a Polícia Militar (PM), com os socorristas do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) e também com a imprensa. O clima é de tensão no local e os moradores estão revoltados com os atentados dos últimos dias.

Ontem, três jovens foram baleados nas pernas e nos braços. Eles se recusaram em falar aos policiais que atenderam a ocorrência os supostos atiradores. “Não vamos falar nada pra vocês aí não, meu”, disse um deles. Na noite de terça-feira (29), outros dois foram baleados e Rodrigo Marques, 23 anos, morreu na hora.

A Polícia Militar acredita que os atentados estão acontecendo como forma de vingança desde o crime de domingo, quando duas pessoas foram assassinadas na região.

Notícias relacionadas:

Mesmo baleados, três garotos se recusam contar à polícia quem são os atiradores

Noite movimentada no Prado Velho tem um assassinado e dois baleados