Um desentendimento de trabalho virou caso de polícia.

Foto: Catve.com

 

Após perceber que um serviço feito no dia anterior estava com as medidas erradas, o gerente de uma empresa de Quatro Pontes (PR) solicitou para o funcionário alguns ajustes.

Quando retornou para verificar o material, novamente constatou que o colaborador havia tirado as medidas erradas mais uma vez.

Porém o funcionário não acatou o pedido e disse que não trabalharia mais e que iria embora.

O comerciante pediu para que o homem voltasse a tarde para receber pelos dias trabalhados, porém, de maneira agressiva o suspeito começou a ameaçar o gerente dizendo se não pagasse, “ele iria ver o que vai aconteceria”, se apossando de uma furadeira e uma chave de fenda.

Após a confusão, ambos foram para o escritório realizar o pagamento, e o suspeito quis arrancar os recibos do bloco e novamente houve discussão.

O agressor saiu da sala e minutos depois retornou com um tubo de inox de aproximadamente um metro e passou a agredir a vítima, causando lesão nas costas. Na sequência ainda, atirou contra a vítima dois botijões de gás causando lesão na mão direita e também lhe agrediu jogando um ventilador.

Para não ser ainda mais agredido, o solicitante se protegeu no interior da residência. Quando a Polícia Militar chegou ao local, o acusado de agressão já não estava mais lá. Buscas foram realizadas, porém sem êxito.

As informações são do Portal Catve.com