Uma mulher, de 31 anos, foi esfaqueada pelo ex-marido, de 36 anos, dentro da pizzaria onde ela trabalhava, na rua Pedro Zagonel, no bairro Novo Mundo, em Curitiba, na noite desta terça-feira (3). O suspeito foi detido por testemunhas no local até a chegada da polícia e a vítima foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador.

(Foto: Daniela Sevieri/Banda B)

O tenente Zattera, do 13º Batalhão da Polícia Militar (PM), conta que a motivação do crime teria origem na separação do casal. “Ela estava trabalhando e o ex-marido entrou no local para cometer o crime. A motivação, segundo ele contou, seria a situação de separação e que ele não estava podendo ver os filhos que ele teve com ela, mas isso não justifica. Estamos em investigações e ele está sendo conduzido para a delegacia”, disse o tenente.

Zattera afirma que a vítima levou a facada entre o peito e a barriga e outra na mão. “O pessoal do Siate verificou uma facada entre o abdômen e o tórax e uma na mão. Ela foi conduzida em estado estável para o hospital”, revelou ele.

Daiane Blum, esposa do proprietário da pizzaria e que estava no estabelecimento no momento do crime, explica que a funcionária havia avisado que o marido iria até lá para para trazer o dinheiro da pensão dos filhos. “Ela falou que o ex-marido iria vir aqui para trazer o dinheiro da pensão dos filhos e estava contente. Não deu meia hora, ele chegou aqui e pediu para falar com ela. Ela disse que iria falar com ele, mas meu esposo disse que ele não podia entrar na cozinha. Então ele disse que queria falar com ela lá fora. Ele foi para frente da pizzaria, depois voltou, ficou no balção e entrou na cozinha sem pedir licença”, relata Blum.

A vítima teria começado a conversar com o ex-marido enquanto trabalhava, quando solicitaram que ela fosse até o depósito da pizzaria contar algumas embalagens. “A gente pediu para ela contar embalagens no depósito, pois tínhamos que fazer alguns pedidos. Quando ela foi até lá, ele acompanhou e ficou na porta. Nesse momento, ele acertou uma facada na barriga e cortou a mão dela, quando ouvimos os gritos. A gente estava no salão e eu saí correndo para ajudar”, explica a esposa do dono da pizzaria.

Após as facadas, a funcionária teria corrido para o banheiro e o suspeito foi detido pelos outros funcionários do estabelecimento.

Blum conta ainda que o casal já tinha se separado fazia 10 meses e, segundo contava a vítima, o ex-marido teria problemas com drogas e não ajuda a cuidar dos filhos. “Ele falou que queria matar ela e se matar também. Conseguiram detê-lo, e quando ele foi abraçado para acalmar os nervos da situação, começou a chorar e dizer que tinha se arrependido”, finaliza Blum.

A faca do crime foi apreendida e o suspeito foi encaminhado para a delegacia, onde está à disposição da Justiça.