Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

O fim de semana registrou 18 mortes violentas em Curitiba e região metropolitana. O boletim oficial mostrou que, deste total, oito foram assassinadas, quatro morreram vítima de trânsito, um carbonizado e cinco ficaram na dependência de exames complementares. Esses números são referentes a meia-noite de sábado (21) até esta segunda-feira (24).

Entre os crimes registrados neste fim de semana, está o do pedreiro José Clack, 34 anos, que foi assassinado no fim da tarde deste domingo (23) dentro de casa ao lado da esposa. A família morava em uma região de invasão, conhecida como Israelense, no fim da rua Arapongas. Homens armados invadiram o local e atiraram várias vezes contra a vítima.

O jovem era conhecido por fazer várias obras na região da invasão. A esposa disse que o marido não era traficante, mas tinha acumulado dívidas de drogas há meses.

Duplo homicídio

Em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, dois homens foram mortos a tiros quando passavam por um matagal, conhecido como Carreiro da Morte, na região da Planta Deodoro. Eles tentaram correr, mas foram alcançados pelos atiradores. Daniel Lima, 35 anos, conhecido como Jamaica foi atingido à queima-roupa e morreu na hora. Já o amigo, identificado apenas como Fernando, morreu pouco tempo depois. Ambos já eram conhecidos da Polícia Militar (PM) da região e o crime pode ter relação com acerto de contas.