Reprodução Google Street View

 

Um homem de origem filipina foi condenado a 12 anos de prisão, nesta quinta-feira (29), pela morte de uma garota de programa de 39 anos em Paranaguá, no Litoral do Estado. Denunciado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) por homicídio qualificado, Rodney Aribal Carbajal foi condenado pela maioria do Tribunal do Júri.

De acordo com o MP-PR, o acusado desembarcou no dia 19 de março de um navio atracado no Porto de Paranaguá e foi até a boate onde a vítima trabalhava. De lá, seguiram até a casa da vítima, onde ocorreu o crime, na madrugada do dia 20, com uso de meio cruel (foram desferidos diversos golpes na cabeça da vítima com uma garrafa de vidro e um tijolo de concreto).

O corpo da vítima foi encontrado nu e ensanguentado. Ao realizar a perícia no interior do imóvel, a polícia encontrou uma carteira com documentos do acusado. Também foram localizados um tênis masculino, uma cueca e dinheiro em moeda estrangeira, que foram recolhidos.

A prisão foi realizada dentro de um navio, no Porto de Paranaguá.

O réu, que está preso desde o dia do crime, e não poderá recorrer em liberdade.