Um jovem que confessou ter matado o próprio pai foi encontrado morto na madrugada desta terça-feira (04). O crime aconteceu no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. A vítima foi identificada como Jeferson Siqueira da Silva, de 26 anos, conhecido como “Batata”. Ele tinha sinais de agressão e facadas.

O tio da vítima , Adir Cavalheiro, disse à Banda B não ter escutado nada e soube do crime pela manhã quando o irmão de Jeferson foi avisá-lo.  “Pode ser uma briga, a única coisa que a gente sabe é que ele estava transtornado aqui na vila”, conta.

Foto: Djalma Malaquias

Jeferson admitiu que matou o pai a facadas após uma discussão na última sexta-feira (31). A delegada Tathiana Guzella, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), falou sobre o caso.

“O suspeito contou para a irmã que havia agredido o pai com uma faca e que era para ela verificar se ainda havia condição de socorro. Quando a filha veio para cá, percebeu o pai ainda vivo, mas ele morreu logo em seguida”, relatou a delegada.

Segundo familiares, Jeferson foi à delegacia nesta segunda-feira, mas o depoimento foi adiado para quarta-feira(5). Ainda de acordo com o tio, ele não viu mais o sobrinho desde sexta-feira (31), mesma noite em que matou o pai. “A gente não sabe com quem ele estava, a gente não viu mais ele. Ontem que ele foi na delegacia para se apresentar, mas aí voltou porque marcaram para quarta-feira e aconteceu isso hoje de madrugada”, conclui.

O delegado Tito Lívio Barrichello explica que o crime pode ter relação com o assassinato do pai, Roque Siqueira, de 57 anos.

“Não descartamos nenhuma linha de investigação, pode ser um morador de rua, pode ser alguém que não tenha concordado com essa ação. Mas independente da ação que ocorreu, peço a população que não faça justiça com as próprias mãos”, esclarece.

A Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) está investigando o caso para saber quem foi o possível autor do crime.