Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Na novela Amor à Vida o personagem Félix, interpretado por Mateus Solano, é o vilão que de vez em quando sai do armário. Inspirados nele e em seu companheiro ‘Anjinho’, dois amigos, de 30 e 27 anos, moradores no bairro Uberaba, em Curitiba, resolveram entrar no clima da novela global, com o objetivo de furtar um dos quartos do Motel Le Ton, na pista sentido Litoral da BR-277, na noite desta quinta-feira (1°).

O ‘Félix’ e o ‘Anjinho’ entraram no motel em um Gol branco e locaram uma suíte, mas, lá dentro, o clima não foi de romance. Os dois furtaram uma televisão 32 polegadas e outros produtos, colocando tudo dentro de uma mochila. Ficaram lá por um tempo, para dar a impressão de que estavam curtindo o momento a sós, até a hora de ir embora.

Para fugir, a dupla escapou quando a garagem foi aberta a outros clientes, mas o plano não funcionou. Após se esconderem quase do lado do motel, em uma atitude digna da Valdirene, a personagem da novela com uma ‘inteligência pura’, foram presos e encaminhados ao Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul.

Um detalhe é que a polícia descobriu outros furtos a motéis da capital feitos pela mesma dupla. Os gerentes da categoria já estão de olho nas artimanhas do Félix e do Anjinho do Uberaba. O doutor César, interpretado por Antônio Fagundes, foi quem mais aplaudiu a prisão lá no Uberaba.