A família reconheceu o corpo de George Umberto Bini, de 45 anos, que foi encontrado carbonizado, na manhã desta quinta-feira (29), às margens da Estrada do Marmeleiro, em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba. Entretanto, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para que seja oficialmente identificado.

A família reconheceu o corpo de George Umberto Bini (Foto: Reprodução/Facebook)

 

O corpo estava a uma distância de, aproximadamente, 8 quilômetros da casa incendiada, que ficava na rua Antônio Bini, no Jardim Bela Vista. A família reconheceu a cortina que George estava enrolado, informando que ela poderia ser do quarto dele.

A casa foi incendiada por volta das 4 horas, desta quinta-feira (29), e George, que era dono do local, não tinha sido localizado. “A mulher, que estava morando junto com ele, chegou uma hora depois do incêndio. O George não atende o telefone e ela disse que roubaram o celular dela”, explicou uma moradora da região, que não será identificada, ainda no local do incêndio.

Segundo o cabo Freire, do Corpo de Bombeiros, eles foram informados de que o incêndio tinha começado por uma caminhonete.“Então, já começamos a combater o fogo. Depois, partimos para uma busca, para saber se tinha algum corpo lá, mas nada foi encontrado. Encontramos uma arma, mas ela legalizada e do dono da casa. O incêndio pode ser criminoso”, esclareceu Freire.

Mistério

Outra moradora da região, que também não será identificada, foi informada pela mulher de que dois homens entraram na casa, durante a madrugada. “Ela disse que dois homens entraram na casa, então o homem lutou e pediu para ela correr. Ela pegou o carro e saiu. Quando voltou, a casa já estava pegando fogo e o marido não estava lá. Ela contou que eles iriam viajar cedo e também que ele estava com a arma carregada quando os homens entraram. Está tudo muito estranho”, contou.

A mulher, que chegou uma hora depois do incêndio, saiu do local, mas foi localizada pela Polícia Militar (PM). Ela foi encaminhada para a delegacia de Almirante Tamandaré, onde ficará à disposição da justiça.