Redação

bocaiuva-dentro-banda-bUm foi preso e outros estão foragidos. Foto: Banda B

A Polícia Civil de Bocaiúva do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), solucionou um crime macabro na tarde desta segunda-feira (7). Uma mulher que estava desaparecida desde o dia 2 de novembro foi morta pelo ex-marido com a ajuda de três amigos. O crime chocou a cidade porque o quarteto matou a vítima a pancadas e depois queimou o corpo. No final, usou um rastelo para triturar o que sobrou. Um suspeito foi preso e outros três, incluindo o ex-marido, estão foragidos.

bocaiuva-dentro2Célia Valentin tinha 46 anos e crime chocou a cidade. Foto: Polícia Civil

Segundo informações da delegacia de Bocaiúva do Sul, comandada pelo Delegado Bradock, a vítima, Célia Valentin,  de 46 anos, esteve em um bar da cidade junto com o ex-marido, João Paulo Rocha, de 29 anos,  e mais três amigos dele: Cleverson Luiz Farias, 36 anos, conhecido como `Polaco`, Joel Pires da Silva,  25 anos, e Alessandro Nebesniaki Ribeiro, de 19. De lá, o grupo seguiu para a casa de Cleverson, no bairro Cachoeirinha. Na casa, houve uma discussão e os quatro teriam matado Célia a pauladas.

Vizinhos relataram que ouviram gritos de uma mulher, mas não souberam o que estava acontecendo. Na segunda-feira (7), a polícia conseguiu prender Alessandro, que contou o que teria acontecido. Segundo o depoimento do suspeito, logo depois que Célia foi morta, os quatro decidiram por fogo no corpo no fundo do quintal. Para isso, usaram um sofá com lenha. Por fim, ainda trituraram os ossos, com um rastelo, para que ficasse impossível reconhecer o corpo da vítima. Em seguida, todos saíram da cidade.

A perícia recolheu os restos mortais da vítima que serão enviados ao Instituto Medico Legal para exames de DNA.

Qualquer informação sobre os três foragidos deve ser repassada para a delegacia no fone (41) 3658 1244 – 3658 2065 – 99806 7661.