A Polícia Civil concluiu o inquérito policial que investigava desvios financeiros praticados contra uma empresa de acessórios automobilísticos localizada em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. Um homem, de 30 anos, foi indiciado pelo crime de furto qualificado pelo abuso de confiança.

dinheiro-perdido-investimento-golpe
Foto: Ilustrativa/Pixabay.

Conforme apurado, constatou-se que o indivíduo era funcionário na empresa vítima, desviando a quantia de R$ 1,5 milhão dos recursos do estabelecimento. Os crimes ocorreram entre os meses de setembro de 2022 a janeiro de 2023.

O homem realizava a venda de produtos de maneira pessoal e direita, recebendo o valor do pagamento em sua conta bancária.

Após a venda feita de forma direta para a sua própria conta bancária, o suspeito, para dar baixa no estoque da empresa vitimada, emitia notas fiscais falsas com dados cadastrais de outros clientes da empresa. O esquema foi descoberto quando algumas das notas falsas foram protestadas, sendo que as empresas que foram cobradas informaram que não haviam realizado tais compras.

Derick Moura, delegado.

O homem indiciado foi encaminhado ao sistema penitenciário. O inquérito policial foi concluído e encaminhado à Justiça.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ex-funcionário é indiciado pela suspeita de desvio milionário de empresa de acessórios de carros no Paraná

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.