Renata Larissa será sepultada no Cemitério Santa Cândida (Foto: Flávia Barros – Banda B)

Amigos e familiares se despedem, nesta sexta-feira (3), da jovem Renata Larissa dos Santos , depois de dois meses de angústia. Ela desapareceu no dia 27 de maio e teve o corpo identificado oficialmente no Instituto Médico Legal de Curitiba na tarde de ontem (2). O suspeito pelo estupro seguido de assassinato é o policial militar Peterson da Mota Cordeiro, de 30 anos, que está preso desde o dia 20 de julho, apontado ainda como autor de diversos outros abusos.

Ramon dos Santos, irmão de Larissa, afirmou que a família não tinha mais esperanças de encontra-lá viva. “Agora, temos pelo menos uma situação praticamente resolvida, o que nos dá um pouco de paz”, afirmou, para em seguida dizer ter sido pego de surpresa com a participação do policial. “Foi uma surpresa para nós, porque não era uma pessoa que estava em nosso alvo. Não foi fácil conseguir as informações e queremos agradecer, porque todo mundo se dedicou ao máximo para resolver isso”, descreveu à Banda B.

O velório acontece no Cemitério Santa Cândida, onde também será o sepultamento, na tarde desta sexta-feira.