Um empresário de 57 anos foi encontrado morto na residência onde morava, na rua Frederico Lambertucci, bairro Fazendinha, em Curitiba. A vítima, dona de um Pet Shop, estava com uma corda enrolada no pescoço e com um ferimento na parte de trás da cabeça, deitada com metade do corpo no colchão e com as pernas no chão do quarto. Ele foi encontrado pelo sobrinho, na manhã deste sábado (17). A casa não apresentava sinais de arrombamento e se encontrava revirada. O carro da vítima, além de outros pertences, foi roubado.

Foto: Daniela Sevieri/Banda B

Vizinhos perceberam que o Honda Civic vermelho do empresário foi levado por volta das 3 horas da manhã, mas não notaram a ação dos ladrões, segundo o aspirante Coradin, da Polícia Militar. “O sobrinho foi até a casa do tio pois ele não teria ido trabalhar. Pulou o muro e encontrou a cena. Nossa suspeita principal é de latrocínio, pois o carro foi roubado, mas não descartamos a possibilidade de um crime passional”, disse à Banda B.

Em entrevista, o perito Almir explicou que não havia sinais de ferimentos por arma de fogo, e descartou a possibilidade de suicídio. “Com certeza mais de uma pessoa cometeu o assassinato. A vítima foi asfixiada e também foi agredida com um instrumento contundente na cabeça”, afirmou o perito. “A casa apresenta os móveis desalinhados, gavetas foram tiradas dos armários e, sem dúvida, estavam procurando coisas de valor”, acrescentou.

Devido à rigidez do corpo, a perícia acredita que o crime tenha acontecido de madrugada. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investigará o caso.