Da AEN-PR

Operação Verão. Foto Jonas Oliveira/ANPr (arquivo)

Nos primeiros 30 dias de Verão Paraná, a Polícia Militar (PM) registrou redução no índice de furtos (14,83%) e de roubo (36,2%) se comparado com a temporada anterior. No período, 327 pessoas foram presas, das quais 26 eram foragidas da Justiça. Houve a apreensão de 20 armas de fogo e lavratura de 74 termos circunstanciados por perturbação do sossego público.

O balanço das ações da PM, da Polícia Ambiental, da Polícia Rodoviária e do Corpo de Bombeiros foram apresentadas nesta terça-feira (24) pelo coordenador do Verão Paraná 2016/2017, pelo major Paulo Roberto Lima, secretário executivo do Verão Paraná, e representantes dos demais órgãos estaduais. Os dados correspondem ao período de 22 de dezembro de 2016 a 23 de janeiro de 2017 e a comparação é com o mesmo período do verão anterior.

Segundo o coronel Maurício Cesar de Moraes, comandante em exercício do 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), responsável pela Região Metropolitana de Curitiba e Litoral, os dados apontam a eficiência do policiamento ostensivo e preventivo. “Nossa presença nas ruas tem feito com que índices sejam reduzidos e alguns serviços potencializados”, avaliou.

A PM atua com policiamento nas ruas, pontos turísticos, praças e outros locais públicos, além da presença ostensiva na orla marítima com ações preventivas a pé, com bicicletas, motos e automóveis, além de embarcações e aeronave, a fim de inibir ações criminosas, coibir o tráfico de drogas e localizar foragidos da justiça. O policiamento inclui blitzes educativas para alertar pedestres e condutores sobre a educação no trânsito a fim de evitar acidentes e mortes.

NÚMEROS – Nesta temporada foram registradas 333 ocorrências de furtos contra 391 na anterior (-14,83); 141 de roubos contra 221 na anterior (-36,2%) e 186 de perturbação do sossego/tranquilidade (-44,14%). Foram presas 327 pessoas(-36,5%) – das quais 26 eram foragidas da justiça – e encaminhados 31 adolescentes. Nos primeiros 30 dias do verão anterior, foram 515 presos – dos quais 41 eram foragidos da justiça.

As equipes da PM apreenderam 20 armas de fogo (contra 11 no verão anterior) um aumento de 81,8%; e 45 conjuntos de som (no verão anterior foram 86), redução de -47,6%. Os Termos Circunstanciados (pessoas que responderam perante a justiça) por perturbação do sossego também diminuíram (-16%). Os notificações de trânsito urbano, por sua vez, aumentaram 13,5% se comparadas com a temporada anterior de 2.895 para 3.288, com destaque para embriaguez ao volante (+42,8%) de 21 para 30 casos.

Foram recolhidos 224 veículos recolhidos e 14 recuperados, na anterior foram 168 veículos recolhidos e 30 recuperados (aumento de 33,3 e redução de 53,3 respectivamente). Os policiais militares também entregaram neste verão 14.473 pulseiras de identificação (aumento de 91%) e lavraram 231 Termos Circunstanciados gerais (-16%).

AMBIENTAL – O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) faz ações de patrulhamentos terrestres, aquáticos, a pé e com apoio aéreo, com ênfase nas unidades de conservação como Parques Nacionais, Estaduais e mar aberto, atendimento de requisições do Ministério Público, Poder Judiciário e outros órgãos, acionamentos para o atendimento das mais diversas ocorrências.

Na temporada, as equipes do BPMA fizeram 293 atendimentos e 146 patrulhamentos ambientais. Foram 14 ocorrências de fauna, 20 de flora, 19 de pesca, duas por porte ilegal de armas, 26 de outros delitos, seis de apoio a outros órgãos e 60 de outras naturezas. No mesmo período do ano passado foram 18 situações de fauna, 8 de flora, 22 de pesca, três de poluição, duas por porte ilegal de arma, 13 de outros delitos, três de apoio a outros órgãos e 95 de outras naturezas, sendo 165 atendimentos e 178 patrulhamento ambiental.

RODOVIAS – Nas rodovias estaduais o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) está com efetivo reforçado nos postos para prestar orientações e fazer fiscalização do cumprimento da legislação de trânsito, documentação obrigatória e condições dos veículos. Também há operações pontuais com radares fotográficos e bafométricos (de Lei Seca). Nesta temporada o batalhão rodoviário registrou 5.446 abordagens veiculares, 1.830 autuações gerais, 11.149 por excesso de velocidade, 15 infrações de trânsito por dirigir sob influência de álcool (Art. 165) e 10 infrações por crime de embriaguez (pelo Art. 306), 89 acidentes e 31 feridos e nenhuma morte.

AERONAVE – O Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) atua com um helicóptero que auxilia tanto nas atividades preventivas e repressivas de segurança quanto em resgates e remoções aeromédicas de pessoas que estejam com quadro de saúde grave. Nesta temporada foram feitas cinco missões policiais e 54 de bombeiros, além do atendimento de 31 vítimas. No mesmo período do ano pas