Foto: Divulgação PRF

 

A Delegacia de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, decidiu indiciar o eletricista José Edson Francisco Junior por três crimes. O inquérito foi encerrado nesta sexta-feira (15) e deve ser entregue ao Ministério Público do Paraná (MP-PR) no começo da semana que vem. Junior se envolveu em um acidente na BR-277, que deixou cinco ciclistas feridos, no começo de fevereiro.

De acordo com o delegado Amadeu Trevisan, o eletricista vai responder criminalmente, mas em liberdade. “Realmente, além de causar as lesões corporais em cinco ciclistas, ele também omitiu socorro, com o agravante de não possuir carteira de habilitação. Então são três situações pela qual vai responder”, comentou.

O acidente aconteceu no dia 7 de fevereiro, na pista sentido Litoral da BR-277. Na ocasião, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também afirmou que ele havia fugido sem prestar socorro.

À Banda B, a defesa contestou a versão de fuga. De acordo com o advogado Ygor José Ogar, ele disse que câmeras de segurança mostram que Junior parou o carro e só seguiu viagem por medo de ser agredido. “Ele viu outras pessoas socorrendo e não se omitiu. Tão logo se sentiu seguro, avisou a autoridade policial”, disse.

Ogar disse ainda acreditar que o MP-PR não fará denúncia pelos três crimes, mas apenas pela lesão corporal culposa.

O relatório deve ser entregue ao MP-PR na segunda-feira (18).