Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

Dois homens encapuzados renderam clientes e funcionários da única casa lotérica do município de Bocaiúva do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Eles fugiram com todo o dinheiro do cofre, mas foram presos cerca de 30 minutos depois pela Polícia Militar. O dinheiro já não estava mais com a dupla.

A dupla encapuzada invadiu o local por volta das 9h15. Vários clientes, a maioria idosos, que formavam fila para receber a aposentadoria foram feitos reféns. Uma funcionária foi obrigada a abrir o cofre da lotérica sob ameaça de morte. Parte do estabelecimento ficou destruída com a ação dos marginais.

Na fuga, os dois usaram um Prisma de cor branca que saiu em direção à Estrada do Ribeira. Outro veículo dava cobertura à dupla e ficou estacionada em frente ao local. A Polícia Militar (PM) foi acionada e conseguiu interceptar os bandidos na altura do limite com a cidade de Colombo. Dentro do carro deles, policiais encontraram munições e pacotes referente à casa lotérica. O dinheiro e o malote já não estavam com o a dupla.

Na delegacia de Bocaiúva do Sul os dois suspeitos foram levados e reconhecidos pelas vítimas. Como eles estavam encapuzados, as vítimas reconheceram as vozes, a mesma estatura e vestimenta. Ambos já têm passagens pela polícia e um é foragido da Colônia Penal Agrícola. Franklin de Castro, 25 anos, e Jorge Grein Padilha, 31 anos, foram autuados em flagrante.