Seis pessoas foram presas, na manhã desta quinta-feira (27), durante operação que visa o combate ao tráfico de drogas em Curitiba e Região Metropolitana. Entre as drogas apreendidas, está uma que causa especial preocupação às autoridades públicas, que é a chamada ‘K’, com alto potencial destrutivo.

image-3-43
Divulgação PRF

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a substância sintética resulta em alterações graves da consciência, incluindo psicose, crises de ansiedade, convulsões e comportamento violento. “Além disso, são associadas a riscos cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral, podendo levar a complicações fatais”, cita a corporação.

As investigações, iniciadas em fevereiro deste ano, começaram após a apreensão de 1,3 tonelada de maconha na BR-116, resultando na prisão em flagrante de um homem por tráfico de drogas.

O grupo criminoso se utilizava de galpões na RMC para armazenar drogas provenientes do Mato Grosso do Sul. Posteriormente, as drogas eram distribuídas no Paraná, especialmente em Curitiba e Região Metropolitana. Há suspeitas de que as drogas também eram distribuídas para os estados de São Paulo e Santa Catarina. A ação ocorreu simultaneamente em Curitiba, São José dos Pinhais e Araucária.

Além da operação desta quinta, desdobramentos com o objetivo de levantar informações para identificar outros membros da organização criminosa e mapear a rede de distribuição de drogas estão em andamento. A continuidade das investigações poderá levar a novas prisões e apreensões, fortalecendo o combate ao tráfico de drogas na região e em rodovias federais.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Droga de alto potencial destrutivo é apreendida e seis são presos durante operação na RMC

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.