A Polícia Civil de Quatro Barras investiga um crime ocorrido na noite desta quarta-feira (18), no posto de combustível Costa Brava. Um vigilante de uma escolta armada atirou contra Rodrigo Andreatta Ribeiro, dono do posto. A discussão entre eles aconteceu porque um ônibus estava mal estacionado no pátio do posto.

 

Rodrigo Andreatta Ribeiro. Foto: Reprodução

Ribeiro chegou a ser socorrido por funcionários do posto até o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, também região metropolitana. No entanto, ele não resistiu e morreu antes mesmo de dar entrada.

Crime

Segundo testemunhas, Andreatta foi tirar satisfação com o motorista de um ônibus de turismo, que tinha estacionado no pátio do posto de maneira errada. O vigilante de uma escolta armada que fazia a segurança do ônibus de turismo interviu na situação e atirou contra a cabeça de Andreatta.

O guarda municipal Jaip confirmou a confusão, que começou no pátio do posto. “Conseguimos entender que aconteceu um desentendimento entre o Rodrigo, do posto, e o pessoal da escolta armada. Pelo que nos contaram, isso aconteceu por causa de um ônibus que estava mal estacionado no pátio do posto”, disse ele.

Imagens

Havia bastante gente no momento do crime. Imagens gravadas por testemunhas no posto mostram o vigilante com a arma em punho e diversos homens pedindo para que abaixasse a arma e se entregasse.

O vigilante foi levado para a Delegacia de Quatro Barras.