A Polícia Civil do Paraná (PCPR) concluiu o inquérito policial que apurava o assassinato de três homens a facadas ocorrido no dia 26 de outubro deste ano, dentro de um mercado, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O dono do estabelecimento Aguinaldo Cruz Dias e o amigo Carlos Eduardo Pereira estão presos preventivamente e foram indiciados por triplo homicídio qualificado.

Foto: Colaboração

Durante o depoimento na delegacia da PCPR, Dias deu versões contraditórias e foi autuado em flagrante. Pereira, suspeito de ser o coautor, foi preso na última sexta-feira (30).

Outros dois homens, que são irmãos, também foram investigados pelo envolvimento no crime. Conforme os depoimentos, o dono do mercado teria chamado os irmãos, para dar um “susto” nas vítimas, simulando um assalto, mas segundo relatos eles foram embora antes da ação. As vítimas teriam ido ao supermercado para cobrar uma dívida de R$ 18 mil de Dias, que à polícia disse que a situação teria saído do controle e confessou ser o responsável pelo crime.

A reconstituição da tragédia foi realizada com os suspeitos pela PCPR, na manhã de quarta-feira (4), no local do triplo homicídio.