Local do crime em Araucária – Foto Banda B

O dono de um Centro Automotivo, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, foi morto a tiros no início da tarde desta sexta-feira (2). Robison Maia , de 37 anos, foi atingido por cerca de 10 disparos de pistola 9 mm, no momento em que deixava o estabelecimento comercial. O Siate chegou a ser acionado, mas nada pode ser feito.

Robison Maia, de 37 anos, morreu no local – Reprodução facebook

De acordo com as primeiras informações apuradas pela reportagem da Banda B, o comerciante trabalhou durante toda a manhã neste feriado. No início da tarde, já após fechar a loja, ele entrou em seu carro, um Fiesta, quando foi executado. O atirador foi um homem encapuzado que chegou no comércio dirigindo um Kia Soul. Tudo indica que Maia foi pego de surpresa e não teve tempo de reagir. Ele morreu na hora.

O carro usado pelo atirador foi abandonado na Rua Lourenço Jasiocha, perto do local do crime. Trata-se de um veículo Kia Soul vermelho roubado no bairro Batel no dia 14 de outubro. Antes de fugirem, os suspeitos atearam fogo no veículo e fugiram em outro carro preto, segundo informaram vizinhos.

A polícia faz buscas na região.

Carro em que Maia foi executado – Foto Banda B

Familiares e amigos foram até o local do crime e não quiseram falar com a reportagem. Bastante abalados, apenas disseram que ele estava com o Fiesta onde foi morto há cerca de dois meses.

A Banda B apurou que ele havia alugado o ponto há cerca de três meses para montar o Centro Automotivo, localizado na Rua Manoel Ribas, na região central de Araucária. Ele era casado há três anos e deixa um filho de dois anos.

A Delegacia de Araucária deve investigar o crime.

Robison Maia foi morto a tiros – reprodução Facebook

 

Carro Kia Soul roubado usado no crime foi abandonado – Foto Banda B