O dono do Malta Rock Bar, Carlos dos Santos Monteiro, conhecido como Nenê, 58, foi assassinado com um golpe de canivete por volta das 2h30 deste sábado (15) na zona sul de São Paulo.

O crime ocorreu no próprio estabelecimento, localizado na rua Itaipu, em Mirandópolis, nas proximidades da estação Praça da Árvore, da linha 1-azul, do metrô.

A cunhada da vítima, Leila Inui, 45, relatou que o autor do golpe estava incomodando os clientes do bar.

carlos-monteiro
Carlos dos Santos Monteiro – Foto: Reprodução

Em certo momento, segundo Leila, ele chegou a assediar uma mulher que prestava serviço no local esporadicamente. A mulher se apresentaria com uma banda naquela noite.

Ao saber do ocorrido, Monteiro teria colocado o homem para fora do bar. O homem, então, pegou um canivete e acertou o dono do estabelecimento.

Testemunhas imobilizaram o agressor até a chegada da Polícia Militar. Monteiro morreu no local.

O homem preso tem 34 anos. Ele permaneceu em silêncio na delegacia, segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública). O suspeito permaneceu à disposição da Justiça. Foram solicitados exames periciais ao IC e ao IML e o caso foi registrado como homicídio no 16º DP (Vila Clementino). O canivete foi apreendido.

Na delegacia, ao menos uma testemunha disse que uma discussão ocorreu antes do golpe.

O corpo de Carlos “Nene” dos Santos Monteiro será sepultado na manhã desta segunda-feira (17) no cemitério Gethsêmani, no Morumbi.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Dono de bar de rock é morto com golpe de canivete ao defender mulher de assédio em SP

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.