A família do pedreiro Gilmar Lourenço de Ávila, de 32 anos, não sabe mais o que fazer tamanho od esepero por não ter notícias dele há 10 dias. Gilmar foi visto pela última vez em uma boate perto da Estrada do Veadeiro, na Lapa, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Isso foi no dia 24 de setembro. De lá pra cá, nem sinal dele.

Gilmar está desaparecido desde o dia 24.09 – Foto da família

“Não sabemos mais onde procurar. Meu filho não ficava nem um dia sem falar comigo e agora este silêncio que desespera a gente. A última vez que ele foi visto foi nessa casa de mulheres e nunca mais. A gente foi na polícia e não temos nada até agora”, relata a mãe de Gilmar, Sirlei das Graças dos Santos.

Segundo a família, Gilmar não costumava sair à noite, mas, neste dia 24, resolveu ir neste boate. “Já fomos nesta boate, mas ninguém fala coisa com coisa. Precisamos de respostas”, fala o cunhado de Gilmar, Francisco de Aguiar.

Gilmar está desaparecido – Foto da família

A família diz que todas as roupas e documentos estão em casa e, por isso, descartam que ele tenha desaparecido por vontade própria. Gilmar é solteiro e pai de uma menina de 6 anos.

A Delegacia da Lapa investiga o caso. Em nota enviada à Banda B, a Polícia Civil disse que segue realizando buscas e apurando qualquer informação que possa esclarecer o desaparecimento.

Quem tiver informações sobre Gilmar pode ligar para a delegacia da cidade no fone (41) 3547-3200.