Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Depois de passar um mês internado no Hospital Evangélico, em Curitiba, vítima de um ferimento por arma de fogo, Carlos Alberto Amorim Mafra, de 66 anos, escrivão aposentado da Polícia Civil, morreu na manhã deste sábado (11). Mafra foi uma das pessoas baleadas em uma tentativa de assalto a uma distribuidora de bebidas que aconteceu no dia 9 do mês passado, no bairro Batel, em Curitiba.

Além de Mafra, outras quatro pessoas foram baleadas: um guarda municipal, uma aposentada, uma mulher que foi usada como escudo pelos bandidos e um dos criminosos. Os três primeiros já receberam alta hospitalar e passam bem. Quanto ao assaltante, ainda não foi localizado, assim como os outros criminosos envolvidos na situação (Relembre todo o caso na notícia relacionada abaixo).

O corpo de Mafra está sendo velado na capela do Cemitério Municipal de Curitiba e o seu sepultamento irá acontecer durante a tarde de hoje no Cemitério do bairro Água Verde.

Notícia Relacionada:

Mulher é usada como escudo em assalto no Batel e cinco são baleados em troca de tiros