Uma denúncia anônima levou a Guarda Municipal (GM) de Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), até uma chácara com mais de 1,5 mil pés de maconha na zona rural da cidade. A operação foi realizada na manhã desta quarta-feira (20), com apoio de equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar. As primeiras informações divulgadas pelas equipes que estiveram ao local apontam que o cultivo da planta era destinada para o tráfico de drogas na Grande Curitiba.

Em entrevista à Banda B, o guarda municipal Grein informou que foi a primeira vez que as equipes atenderam uma ocorrência assim na cidade. “Até o momento não havia nenhuma ocorrência neste sentido, de plantação e cultivo da maconha. A gente não sabia o que esperar daqui. Como se tratava de uma denúncia anônima, provavelmente, haveriam pessoas armadas. Por isto, nós solicitamos apoio do Choque para chegar ao local”, disse.

Segundo o capitão Antônio, os materiais encontrados mostram que pessoas permaneciam de forma recorrente no local. “Tem comida e roupa dentro da casa. A terra está úmida, então, as plantas foram molhadas pouco antes de chegarmos ao local. Portanto, há indícios de que eles poderiam estar aqui. No entanto, chegamos no local e ninguém foi localizado. Porém, a plantação foi localizada”, comentou.

O capitão Antônio também afirmou que as condições encontradas na chácara mostram que às pessoas responsáveis pelo cultivo da planta, possuem experiência no assunto. “Eles tem aparatos de iluminação que os dão boas condições para visitas a noite. Aqui o local é isolado. Apesar de existir uma estrada rural que corta a plantação, da rua é difícil de ver. As plantas eram regadas, tinha estufa de um lado. Tudo é bem organizado aqui”, descreveu.

Colombianos

Para a Guarda Municipal, além da denúncia sobre a plantação de maconha, também foi repassada a informação sobre dois colombianos que estariam na residência, e seriam os supostos responsáveis por cuidar do cultivo da droga.

“Um deles tem a identificação, que será passada a Polícia Civil. Porém, do outro, não existe nenhuma informação ou documento sobre ele. Nem moradores vizinhos falaram que existiam esta segunda pessoa por aqui”, explicou o capitão Antônio.

Ligação com morte de Paranaguá

Um homem foi encontrado carbonizado, na caçamba de uma caminhonete, modelo Silverado, que estava em chamas na cidade de Paranaguá, litoral do estado. O caso ocorreu no começo da tarde desta segunda-feira (18). A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros da cidade informaram que o incêndio atingiu também a vegetação do local.

 

Foto: Redação Plantão Jr.Notícias

 

Há suspeitas de que a identidade deste homem seria a do locatário da chácara na zona rural de Quatro Barras, em que foi encontrada a plantação de maconha. Questionado sobre isto, o capitão Antônio afirmou. “Eu não posso afirmar isto por que o fato é muito recente”, concluiu.