(Foto: Reprodução)

A Polícia Civil do Rio prendeu, no interior de São Paulo, nesta quinta-feira, a dentista Dayane Medeiros Boechat, de 23 anos. Ela é suspeita de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e crimes contra a saúde pública. A prisão é um desdobramento da Operação Eros, da 78ª DP (Fonseca), que investiga uma quadrilha responsável por vender na internet medicação de uso controlado e proibida no Brasil. A atividade criminosa teria lucros de R$ 150 mil por mês.

Dayane foi presa em casa, no bairro Eiji Matsumura, no município de Registro. Os policiais cumpriram também mandados de busca e apreensão em outros endereços relacionados à dentista, incluindo seu consultório. A suspeita é irmã de Bruna Medeiros Boechat, presa no dia 8 deste mês, na primeira fase da Operação Eros — além dela, outros três acusados de participar da quadrilha também foram detidos.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.