Reprodução

 

De terno e gravata, dois homens assaltaram uma agência bancária do bairro Pinheirinho, em Curitiba, no começo da tarde desta quarta-feira (5). De acordo com a Polícia Civil, os bandidos se passaram por policiais federais e induziram os funcionários a acreditar que estariam realizando um trabalho de inspeção na unidade.

De acordo com o delegado Rodrigo Brown, os dois assaltantes aparentavam ter por volta de 40 anos e verificaram todas as instalações de segurança antes de render os funcionários. “Eles disseram que estavam lá para uma manutenção no sistema de alarme. Toda a forma pela qual agiram era a de demonstrar muito interesse com o funcionamento e chegaram até mesmo a desarmar o vigilante. A simulação durou até o momento em que o cofre foi aberto, então se identificaram”, explicou.

Para o delegado, essa forma de agir é única e mostra um oportunismo da dupla. “Esse tipo de golpe só acontece uma vez, da próxima o modus operandi será muito melhor avaliado”, disse o delegado.

O crime aconteceu na agência do Banco do Brasil localizado na Avenida Winston Churchill.

Troca de tiros

Na fuga, os bandidos chegaram a trocar tiros com um policial militar do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Segundo Brown, o policial percebeu que algo estava estranho e anunciou voz de abordagem aos suspeitos. “O roubo passaria despercebido se não fosse esse policial, mas infelizmente os bandidos conseguiram fugir”, concluiu.

Informações do local dão conta que os bandidos teriam fugido em um veículo HB20 marrom.

O Cope segue investigando o caso.

Assista vídeo da ação: