De novo. Há exato um ano da última aparição, o ‘Galã do Samu’ voltou a se passar por militar do Exército para tentar extorquir mulheres em Curitiba. Desta vez, a desconfiança cresceu logo nas primeiras conversas e a mulher armou um flagrante dentro do apartamento dela, no bairro Vila Izabel. Ele tinha mandado de prisão em aberto por furto e foi preso por estelionato. A polícia conhece o suspeito como ‘Galã do Samu’ desde que ele, em 2014, fingiu ser atendente do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para seduzir e furtar pessoas.

 

Material apreendido com o suspeito. Foto: Banda B

 

Na noite deste domingo, depois de se conhecerem por um aplicativo de relacionamentos, ambos estavam na casa da mulher quando o suspeito passou a pedir dinheiro para uma viagem. Desconfiada, a mulher deixou o estelionatário na companhia dos pais, na casa dela e seguiu para a polícia. Para ele, ela mentiu dizendo que sairia comprar lanches.

O tenente Conde do 12º BPM contou que a mulher chegou na sede do Batalhão e contou sobre sua desconfiança. “A vítima procurou a polícia e contou o que estava acontecendo. Quando chegamos no local, esse indivíduo se identificava como oficial do Exército Brasileiro como tenente e essa senhora reclamou que estava sendo enganada por ele. Que ele estaria a extorquindo para fazer uma viagem. Ela achou estranha essa situação e acionou a polícia”, contou à Banda B.

Os policiais acompanharam a mulher até a casa dela e realizaram a abordagem. “Constatamos que havia contra ele um mandado de prisão por furto. Vimos que ele tinha um fardamento completo do Exército Brasileiro, original, e também um simulacro de pistola”, completou.

O homem recebeu voz de prisão dos policiais pelo crime de estelionato.

Outra prisão

Em agosto do ano passado, o homem também teria aplicado o mesmo crime. Uma mulher de 39 anos procurou a polícia para denunciar que ele havia roubado um cartão de compras, um jaleco e o uniforme militar de seu genro. O relacionamento durou 2 meses e, após suspeitas da mulher, o homem desapareceu.

Histórico

Antes disso, em 2014, o suspeito já havia sido preso por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) de Curitiba  por se passar por atendente do Samu para se aproximar das pessoas e realizar furtos. Na época, ele já tinha dois mandados de prisão em aberto expedidos  pela 9ª Vara Criminal.

Vídeo

Assista ao vídeo registrado pela Banda B no local: