Um crime brutal foi registrado na noite desta quarta-feira (5), em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Jorge Castro, 55 anos, conhecido como Índio, foi morto a tiros dentro de casa, na frente na esposa, após ter sido amarrado. Embora também tenha sido amarrada, a mulher não foi ferida e está em estado de choque. Castro não tem passagem pela polícia e a investigação procura entender a motivação do crime.

 

PM isolou o local. Foto: Banda B

 

O sobrado que o casal vivia fica na rua José Rodrigues dos Santos, na região do Vila Nova. A Polícia Militar (PM) foi acionada logo após os disparos, mas vizinhos pouco puderam contribuir com informações.

O perito Elmir Machado da Polícia Científica disse que os atiradores amarram o casal antes de executar Castro. “O casal estava jantando, bateram, chamaram pelo nome dele, invadiram a casa. Essas pessoas imobilizaram ele e a esposa, que tem asma e precisou da bombinha por causa ali da situação, e amarraram os dois. As mãos dele foram amarradas atrás das costas, deitaram ele no piso, colocaram dois travesseiros na cabeça e efetuaram dois disparos de arma de fogo”,descreveu o perito.

Durante a perícia, Elmir contou à Banda B que uma quantidade de droga foi encontrada com a vítima. “Agora, analisando o cadáver, encontramos três buchas de cocaína, até agora não tem motivação, ele não tem ficha nenhuma, mas encontramos isso com ele”, finalizou o perito.

O corpo de Castro foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. A Delegacia de Polícia de Piraquara investiga o crime.