Por Denise Mello e Antonio Nascimento

Duas crianças de 4 e de 2 anos ficaram feridas após encontrarem um revólver calibre 38 em cima do guarda-roupa em um dos quartos da casa, localizada no bairro Vila Verde, na Cidade Industrial em Curitiba. A polícia só soube do caso porque foi avisada por funcionários do Hospital do Trabalhador (HT), para onde as crianças foram levadas. A arma era do namorado da tia dos irmãos, preso em flagrante. As vítimas não correm risco de morte.

A mãe dos menores contou à Banda B que estava em casa, no início da tarde de domingo (13), quando o filho de 4 anos disse que estava com fome. “Ele me pediu comida e fui fazer feijão. Ele foi para o quarto com a minha outra menina de dois anos. Foi aí que ouvi o barulho do tiro. Corri lá e vi ele ferido na mão e minha filha ferida na perna e no braço. Corremos pro hospital”, contou a mãe.

Questionada sobre de quem seria a arma, ela afirmou que era do cunhado. “Era do meu cunhado. Eu sabia da arma em cima do guarda-roupa e já tinha falado pra ele tirar de lá”, disse a mulher.

O caso aconteceu no início da tarde e a polícia só foi saber do que havia acontecido no período da noite, quando funcionários do hospital avisaram a Divisão de Homicídios. A família não procurou a polícia.

Policiais foram até a casa da família e prenderam Lucas de França, de 19 anos, namorado da tia das crianças. Ele foi autuado por porte ilegal de arma e também por ter jogado o revólver no mato, para esconder o fato da polícia. O acusado disse que comprou a arma em Araucária, na região metropolitana.

As crianças passam bem e o caso será investigado pela Divisão de Homicídios, em Curitiba.