A Polícia Civil do Distrito Federal realizou nesta quarta-feira (28) uma operação contra uma creche que havia sido alvo de 22 denúncias de maus-tratos contra crianças.

Crianças que sofreram maus-tratos tem entre 0 e 3 anos. Policiais realizaram uma busca e apreensão no estabelecimento, e constataram que a creche faltava com higiene e diversas baratas circulavam pelo local. Crianças apresentavam sintomas como vômito e diarreia, e algumas tiveram de ser internadas.

bebê
Foto Ilustrativa: Pixabay

Baratas eram “conhecidas por nome” pelas crianças. Dentro do forno da creche, policiais encontraram mais insetos, que as crianças chamavam de “Nicole”. Segundo a PCDF, os responsáveis pela creche tentaram jogar o forno fora antes de a polícia chegar, para ocultar evidências.

Local foi interditado três vezes pela Vigilância Sanitária. Apesar disso, funcionava ilegalmente e sem o alvará necessário.

Caso continua sendo investigado. A PCDF afirma que ainda não identificou todos os suspeitos, mas que apreendeu documentos e outros materiais que serão analisados. Os responsáveis pela creche devem responder por maus-tratos e crimes contra a saúde pública. Ainda ninguém foi preso.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Creche é investigada no DF após denúncias de maus-tratos contra 22 crianças

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.