Foi confirmado que o corpo encontrado dentro de um saco plástico na manhã desta quarta-feira (2), em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, era mesmo do ex-policial militar Rodrigo Lourenço Barbosa, que estava desaparecido. A causa da morte ainda está sendo apurada no Instituto Médico Legal, mas as digitais confirmaram a identidade.

Rodrigo estava desaparecido desde o dia 23 de dezembro – Foto: Reprodução

O corpo foi encontrado na beira da Estrada Pinheiro Seco, no bairro Borda do Campo, por moradores da região. Como estava em avançado estado de decomposição, o mau cheiro acabou chamando a atenção.

O investigador Renato, da Delegacia de São José dos Pinhais, falou à Banda B sobre o caso. “Uma pessoa encontrou um saco com um corpo dentro. É possível ver para fora uma mão, de tamanho médio, que aparenta ter furos. Já está aqui há vários dias”, descreveu.

Como, até o momento, este era o único caso de desaparecimento na região, a polícia já imaginava que se tratava do ex-policial.

Desaparecimento

Rodrigo foi visto pela última vez no dia 23 de dezembro, quando ligou para irmã e pediu dinheiro emprestado. Dias depois,  um vídeo misterioso foi mandado para a família com imagens do quarto do ex-soldado todo revirado e com manchas de sangue em um colchão.

Rodrigo atuava no 22º Batalhão da Polícia Militar, em Colombo. Ele ingressou na corporação em 2012 e foi excluído em 2018 por deserção, no entanto, chegou a responder a outras questões disciplinares e criminais enquanto ainda estava na PM.

A Delegacia de São José dos Pinhais investiga o caso.