Por Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias

imbuia-colomboHomem está sem identificação e está enrolado em um cobertor. Foto: DM/Banda B

Um homem ainda sem identificação foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (21) em uma zona rural de Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Moradores encontraram o homem caído no meio da rua, enrolado a um cobertor. A polícia suspeita que o caso seja de desova, já que não há rastros de sangue no local.

Policiais foram acionados por volta das 7h. O corpo estava em uma estrada de chão, que liga a região a chácaras e terrenos de plantio, na rua Aparecida de Fátima Bianchini, localidade de Imbuia.

O morador Dionízio Rodrigues conversou com a Banda B, disse não ter ouvido nada durante a madrugada e acredita que o corpo foi deixado fim da madrugada. “Eu tenho minha chácara aqui, ontem à noite não tinha nada, hoje pela manhã que está isso aqui. Tô até assustado porque nunca tinha visto isso aqui, não”, disse o morador.

O homem veste uma calça azul e está calçado com botas da plástico. A Polícia Científica foi acionada para comparecer no local. Até o momento, ninguém reconheceu a vítima. O morador disse ainda que o local é usado como esconderijo de carro roubado. “Já vi cortarem carros aqui, a gente liga pra polícia, conta, mas não fazem muita coisa, não”, finalizou.

O corpo da vítima foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. A Polícia Civil do município investiga o caso.

Crime na CIC

Na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), um adolescente de 16 anos, identificado até o momento apenas como Gabriel, foi encontrado morto no meio da rua na madrugada desta sexta-feira (21). Um morador da casa em frente ao Local onde o corpo foi encontrado disse à polícia que ouviu muitos tiros. “Era tiro que não acabava mais. Daí sai pra ver o que tinha acontecido e vi o rapaz caído”, afirmou.

O crime aconteceu por volta da uma hora da madrugada na Rua Professor Theodócio Jorge Atherino, Vila Santa Helena. Socorristas do Siate foram acionados pelo morador, mas ao chegarem no local o adolescente já estava morto. Segundo os socorristas foram muitos tiros, a maioria na cabeça. Ninguém afirmou ter visto algum suspeito do assassinato.

A Polícia Militar também foi acionada e o crime deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).