Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) prenderam nesta quarta-feira (31) mais um suspeito de participar do esquema de fuga da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP), ocorrida no dia 12 setembro de 2018. O homem de 39 anos que vinha sendo investigado e tem quatro mandados de prisão em seu desfavor, foi localizado em um apartamento em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. No momento da abordagem, ele se apresentou utilizando nome falso.

“No local os policias apreenderam um colete balístico, que segundo a investigação foi subtraído durante um assalto a banco, além de luvas e balaclava. Ele foi autuado por uso de documento falso e receptação do colete, além do cumprimento de prisão, já que ele se encontrava foragido”, explica Rodrigo Brown, delegado titular do Cope.

Ainda de acordo com a investigação e os crimes citados, ele também é suspeito de integrar uma facção criminosa. Segundo consta no Inquérito e com o decorrer da investigação, Há indícios da participação na explosão do muro da Penitência Estadual de Piraquara (PEP). Se for condenado o homem pode pegar mais de 50 anos de condenação por crimes de tráfico, homicídio, sequestro, dentre outros.

O Cope já havia prendido sete pessoas no mês de setembro, suspeitas de envolvimento na quadrilha e, esse indivíduo, é mais uma peça dessa facção. Com eles a polícia já tinha apreendido cadernos com anotações relacionadas ao tráfico, carros, inclusive alguns com alerta de furto, drogas, armas e munição.

“Continuamos na busca incansável por pessoas que insistem na prática de crimes. O trabalho do Cope é incansavelmente assegurar os direitos de pessoas de bem, prendendo esses criminosos”, finaliza Brown.