(Foto: EBC)

 

A partir de investigação conduzida pela Promotoria de Justiça de São João do Ivaí, no Norte-Central paranaense, um conselheiro tutelar de Godoy Moreira (município da comarca) foi preso em flagrante por pedofilia nesta segunda-feira, 13 de maio. A ação contou com o apoio de policiais militares da 6ª Companhia da Polícia Militar de Ivaiporã.

O réu foi preso durante cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela Vara Criminal de São João do Ivaí, quando houve apreensão do aparelho celular do investigado, no qual foram encontradas imagens pornográficas de adolescentes, configurando o crime previsto no art. 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (“adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente”), com pena prevista de reclusão de um a quatro anos e multa.

O investigado pagou a fiança no valor de 1500 reais e vai responder o processo em liberdade. “Vamos aguardar a conclusão do inquérito policial e prosseguir com as investigações para apurar se ocorreu contato sexual entre ele e adolescentes menores de 14 anos de idade. Caso não se confirme que os contatos existiram e de que ele apenas recebeu essas imagens em seu celular, ele responderá por esse crime com pena de no máximo 4 anos de prisão”, explicou à Banda B o promotor de justiça Carlos Eduardo de Souza.

Com base na prisão em flagrante, Souza pretende solicitar ao poder judiciário o afastamento cautelar do conselheiro de sua função. “O afastamento garante que ele não atrapalhará as investigações e a integridade física e psicológica das adolescentes que eventualmente foram vitimas desse crime será resguardada. Também vou adotar as medidas cabíveis no âmbito administrativo com uma ação de improbidade administrativa”, completou o promotor.

Uma denúncia anônima foi responsável por dar início às investigações.