Uma confusão em um lava-car no bairro Orleans, em Curitiba, terminou com um jovem de aproximadamente 27 anos esfaqueado, ficando em estado grave e correndo risco de morte na tarde desta terça-feira (3). A ação foi feita pelo dono do estabelecimento, de 55 anos, que foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM).

A Banda B teve acesso as imagens de câmeras de segurança (veja abaixo) que mostram toda a briga no local e, segundo o filho do suspeito, o pai agiu em legítima defesa. “Ele já chegou nos agredindo aqui. Temos as filmagens e áudios para comprovar que meu pai vinha sendo ameaçando. Eu e meu pai apenas nos defendemos destas agressões”, alegou André Pinheiro à Banda B.

 

 

O filho ainda disse que a vítima trabalhou no lava-car há 10 anos e as confusões já eram frequentes entre os envolvidos. “Ele saiu numa boa naquela época. Mas ele sempre foi deste jeito. Meu pai agiu em legítima defesa”, reforçou Pinheiro.

 

O dono do lava car é preso em flagrante pela Polícia Militar. Foto: Marcelo Borges/Banda B

 

O principal suspeito do crime teria usado um canivete para cometer a ação. O filho também revelou à Banda B que, apesar das polêmicas, foi neste final de semana que os choques voltaram a aparecer. Nesta segunda-feira (2), Pinheiro afirmou que a vítima teria mandado mensagens de voz ameaçando os dois de morte.

“Tudo começou no domingo. Dizem que ele foi numa festa e, por acaso, falaram que nós estaríamos falando da família dele. Ele não gostou e, no mesmo dia, por volta da meia-noite, ele foi na nossa residência na Cidade Industrial de Curitiba e agrediu o meu pai”, acusou Pinheiro.

A Polícia Civil irá investigar o caso. Como a vítima ferida foi socorrida em estado grave, não pode passar a sua versão para o que aconteceu.

Vítima

O médico Márcio Nogarolli disse que à vítima estava com ferimentos na região da barriga. “Foi na região do rim que é um local muito sensível e propício ao sangramento. Portanto é uma situação grave devido a região onde aconteceu a facada”, comentou à Banda B.

 

 

O rapaz foi levado pelo Siate do Corpo de Bombeiros ao Hospital Evangélico para os devidos procedimentos médicos.