Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

Uma mulher de 27 anos morreu após ser atingida por uma bala perdida em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, na noite deste domingo (30). A auxiliar administrativa Carla Egle de Lima Schimaida saía de um hipermercado com o marido quando foi atingida no rosto.

Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. Segundo a Polícia Civil, houve uma troca de tiros entre um guarda municipal (GM) e um homem desconhecido na frente do estabelecimento.

carla1Carla saía do hipermercado com o marido quando foi atingida. (Foto: Reprodução/Facebook)

A situação começou quando uma funcionária do hipermercado saiu e foi abordada pelo indivíduo. Teria acontecido uma discussão quando o guarda, que estava de folga e passava pelo local, perguntou para a mulher se estava tudo bem. Ela respondeu que sim. Nesse momento, o homem atirou em direção ao guarda, que revidou.

Durante o confronto, uma bala atravessou o vidro de um Golf que saía do estacionamento. O projétil passou de raspão nas costas do motorista, marido de Carla, e atingiu o rosto dela. O guarda foi baleado na perna e levado ao hospital.

Ainda de acordo com a Polícia, a funcionária do hipermercado já prestou depoimento na manhã desta segunda (1º) e disse que não conhecia o homem que a abordou. Apesar da declaração, a polícia também trabalha com a hipótese de que ela discutia com alguém próximo. O corpo de Carla deve ser sepultado na capela do Cemitério Jardim Independência, em Araucária, nesta terça-feira (2). A delegacia da cidade investiga o caso.