Um casal foi morto dentro de casa em Campo Largo. Foto: Jornal da Cidade/Colaboração

 

Em pouco mais de três horas, cinco pessoas foram assassinadas na noite deste domingo (23), em Curitiba e região metropolitana de Curitiba. Todas as pessoas foram vítimas de arma de fogo e morreram no local, sem chance de socorro a hospitais da região. O primeiro caso aconteceu por volta das 18 horas, no limite entre o Cidade Industrial de Curitiba (CIC) e o Campo Comprido, na rua Professor Dr Sandoval Ribeiro Ribas.

Um homem com 30 anos foi morto com diversos disparos de arma de fogo. O cabo Cordeiro contou que o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) chegou a ser acionado, mas sem sucesso. “Infelizmente, ele já estava em óbito, tinham várias marcas pelo corpo, muitos ferimentos, contamos vários projéteis. Os familiares estavam no local, mas nada pudemos fazer”, disse à Banda B.

Segundo o cabo, a vítima estava caída ao lado da motocicleta, ainda de capacete. “Não quisemos mexer muito no corpo para não atralhar o trabalho da perícia. A maioria dos disparos foi na região do crânio, havia furos no capacete”, contou.

A Polícia Militar estava no local. O crime foi executado em uma rua com alto fluxo de moradores. “Ainda bem que outras pessoas também não foram feridas, ele foi morto em frente a um condomínio, tinha muita gente na rua pelo horário”, finalizou o cabo Cordeiro.

Santa Cândida

Em menos de cinco minutos, na rua Oscar Gomes de Oliveira esquina com a Dr Álvaro Teixeira Pinto, no bairro Santa Cândida, em Curitiba, outro homicídio foi registrado. A vítima era um jovem de 19 anos, morto no meio da rua, com um disparo.

Para a Banda B, o cabo Frederico do Siate disse que a vítima já estava morta quando chegou com a equipe. “Ele já estava em óbito, com características de execução, tiro na nuca com orifício de saída próximo ao globo ocular. A bala estava alojada ainda no olho, quase saindo. Não conseguimos fazer nada, chegamos já estava em óbito”, descreveu.

Ele contou que a vítima não aparentava características de dependente químico. “Estava de chinelos de dedo, bermuda, camiseta, usava uma correntinha, não parecia ser usuário”, finalizou à Banda B.

RMC

Às 18h10, a Polícia Militar (PM) foi acionada para um duplo homicídio em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. Um casal foi morto a tiros dentro de casa, na rua Iraque, no Conjunto Habitacional Monsenhor Francisco Gorski. André Junior de Mattos, 26 anos, estava com a namorada, ainda não identificada, vendo televisão na sala de estar, quando foram surpreendidos pelos assassinos.

A casa fica nos fundos do terreno, os atiradores pularam o muro e conseguiram acessar a casa – que tem um terreno em declive. Os dois foram mortos com tiros na cabeça. Não há informações se havia mais pessoas dentro da casa.

Duas horas depois, um homem de 30 anos foi morto em Araucária, também município metropolitano. O crime aconteceu na rua Ludovina Furman e a suspeita da polícia é que a vítima tenha sido assassinada por conta de uma desavença comercial. Ele foi ferido por quatro disparos de arma de fogo.

Baleados

Ainda, dois rapazes foram socorridos em estado grave em Itaperuçu, na região metropolitana de Curitiba, ao serem baleados dentro de um Kadett, na rua Trajano Prestes, por volta das 21 horas. Eles foram socorridos em estado grave. O passageiro, que era alvo, foi ferido por diversos disparos e o motorista foi atingido por um no quadril. Ambos foram socorridos e seguem internados.