Uma câmera de segurança flagrou a discussão com um motoboy e o momento que o dono da lanchonete Esquina Dog acaba caindo e morre ao bater a cabeça. A confusão aconteceu na noite deste domingo (19) e a Polícia Civil procura pelo motoboy, que fugiu logo depois. Segundo as investigações, a discussão se deu por conta de uma divergência de troco. Veja o vídeo abaixo.

camera-flagra-morte-dono-esquina-dog-uberaba
Foto: Reprodução.

Conforme apurou a reportagem, era por volta das 21h quando Antônio Gregório de Almeida, 62 anos, o dono da lanchonete, acabou discutindo com um dos motoboys. Nessa discussão, o rapaz teria dado um empurrão no homem, que bateu a cabeça e morreu.

“Durante a discussão, as testemunhas relatam que escutaram a vítima falando “saia daqui”, e nisso o autor teria empurrado a vítima, que caiu assim que foi empurrada. O homem acabou entrando em óbito por trauma na cabeça”

disse a delegada Camila Cecconello.
dono-esquina-hot-dog-morre-empurrao-motoboy
Foto: Banda B.

Investigação

Inicialmente, o motoboy chegou a ficar no local, próximo ao idoso, mas logo depois saiu. Segundo a polícia, o homem já trabalhava no local há quatro anos. 

“A princípio, algumas pessoas relataram que a discussão ocorreu por conta de uma divergência sobre o troco de uma entrega de um lanche. Essa teria sido a motivação da briga, mas eles trabalhavam juntos há muito tempo e foi a primeira vez que tiveram uma briga que partiu para agressão física”

contou a delegada.

Pela câmera de segurança, foi possível ver que os dois estavam discutindo na saída da lanchonete, no acesso onde os motoboys ficavam. Em determinado momento, o motoboy vai para dentro e é aí que o idoso acaba sendo empurrado e cai.

A delegada disse que a equipe de investigação já ouviu algumas testemunhas e vai ouvir outras. O motoboy continua desaparecido.

“Fomos até a casa do autor, ele fugiu, não estava no local. Seguimos as investigações e em busca do autor do crime”

comentou Camila Cecconello.

Veja o vídeo da câmera de segurança:

Crime

Sobre o crime que o motoboy pode responder, a delegada disse que vai depender das investigações. Mas tudo indica que seja por lesão corporal com morte.

“Acreditamos que ele possa ser indiciado por lesão corporal seguida de morte, quando a pessoa tem a intenção de produzir a lesão e acaba produzindo a morte. A pena é de 4 a 12 anos”

explicou a delegada Camila Cecconello.

Informações sobre o paradeiro do motoboy podem ser passadas pelo telefone 0800-643-1121, que é o disque-denúncias da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa.

antonio-dono-esquina-dog-morto-uberaba

Amigos lamentaram

Pelas redes sociais da lanchonete, muitos amigos e clientes lamentaram a morte de Antônio. O homem, que começou com uma barraquinha de cachorro-quente, conseguiu tornar o ponto de venda bem tradicional na região.

“Triste demais a partida do seu pai, eu gostava demais dele. Nesta semana me encontrei com ele no Abdala, não queria me deixar ir embora. Se eu pudesse prever o futuro, teria ouvido e ficado um pouco mais com ele. Meus sinceros sentimentos”

disse um cliente.

Entre as mensagens também está a despedida da filha de Antônio, que em poucas palavras emocionou a todos.

“Vai em paz meu pai, você deixou seu legado. Eu te amo”

publicou a filha de Antônio.

Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Câmera flagrou discussão que terminou na morte de dono de lanchonete em Curitiba; motoboy ainda não foi encontrado

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.