(Foto: Divulgação)

Uma briga entre dois detentos da ala psiquiátrica terminou com um deles assassinado na noite desta quinta-feira, no interior do Complexo Médico Penal em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, após o desentendimento um deles enforcou o outro, cortou as orelhas e o pênis. O local também abriga presos na Operação Lava Jato.

O agressor foi identificado e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Pinhais, para ser interrogado e autuado pelo crime de homicídio qualificado. Ele tem 25 anos e confessou o crime, explicando para a polícia que matou a vítima, de 46 anos, porque ela ficava contando sobre as pessoas que tinha matado. Para o autor, o homem tinha que ser punido pelas mortes e, por isso, foi assassinado.

O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba.