A boate em que uma mulher foi encontrada morta, na manhã desta quinta-feira (6), completou 11 anos na noite desta quinta-feira (5). A comemoração contou com a presença de Baitaca, tradicional cantor de música gauchesca. Na tarde desta quinta-feira (6), o estabelecimento localizado no bairro Parolin, em Curitiba, postou uma imagem de “luto” nas redes sociais.

morta-boare
Reprodução

Informações iniciais apontam que a vítima teria 30 anos, mas até o momento ela não foi oficialmente identificada.

De acordo com o delegado Diego Valim, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada pois existiam sinais de violência no corpo da vítima.

“A DHPP foi acionada para atender um local de morte. Chegando no local, nos deparamos com uma pessoa do sexo feminino que estava sem roupas. As peças estavam rasgadas e isso até causou estranheza para equipe de investigação, bastante marcas de investigação pelo corpo”, disse o delegado.

Conforme o delegado, há indícios de que a mulher foi atacada por cães que fazem a segurança do estabelecimento.

“A equipe de investigação teve acesso algumas imagens de câmeras de segurança da casa noturna. Então inicialmente tudo indica que a vítima ficou dentro da casa noturna após o fechamento e, ao tentar sair, foi atacada por alguns cachorros que fazem a segurança do local. Foram coletados vestígios pela equipe pericial e tudo indica que o fato ocorreu desta forma”, afirmou Valim.

A DHPP segue investigando o caso.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Boate em que mulher morreu após ataque de cães fez festa de aniversário na noite de quarta: “Luto”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.