A Polícia Civil do Paraná (PCPR) fechou, no final da tarde de quarta-feira, uma casa de jogos ilegais que funcionava na Rua Alferes Poli, bairro Rebouças, em Curitiba.

A investigação se iniciou por meio de denúncias anônimas que apontavam a existência de um grande local utilizado para jogo de bingo, frequentado principalmente por aposentados. No curso das investigações, foi constatado que a casa dispunha de um sofisticado esquema de segurança para tentar evitar a ação da polícia, com câmeras de alta definição e “olheiros” espalhados pela rua utilizando rádios comunicadores.

As informações sobre horários e convites aos frequentadores eram repassadas por mensagens via aplicativo Whatsapp. Pelo que se apurou, a casa chegava a receber mais de 200 pessoas de uma só vez, dispondo até de uma lanchonete que servia refeições e bebidas para os frequentadores.

Segundo relatos, alguns frequentadores chegavam a gastar todo o dinheiro da aposentadoria com os jogos.

Quatro pessoas responsáveis pelo local, um homem e três mulheres, foram conduzidos à Delegacia da PCPR. Responderão pela contravenção penal de jogo de azar e foram liberados após assinatura de Termo de Comparecimento em Audiência.