Tenente Taborda deixa filho de apenas três anos (Foto: Reprodução)

 

O tenente Ricardo Taborda, da Polícia Militar morreu na noite desta segunda-feira (2), em Curitiba, em uma tentativa de abordagem no Contorno Sul, nas proximidades da Bosch, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Dois assaltantes avançaram com o carro para cima do oficial de área do 23º Batalhão da Polícia Militar, que cobre a região Sul de Curitiba.  Taborda acabou não resistindo aos ferimentos.

Local do atropelamento no Contorno Sul (Foto: Daniela Sevieri)

Tudo teve início depois de dois assaltantes roubarem a caminhonete Fiat Toro de um cliente de uma distribuidora de gás, em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba. O dono do comércio, que por motivos de segurança não será identificado, contou como aconteceu a ação criminosa.

“Eu estava trabalhando no depósito quando encostou um cliente amigo meu, em uma Fiat Toro. Ele conversava comigo quando chegaram os dois ladrões. Um deles sacou da arma e rendeu todo mundo que estava ali. Eles fugiram em disparada com o veículo do cliente, sentido a BR-116 e depois ao Contorno Sul”, descreveu à Banda B.

Segundo testemunhas, na abordagem no Contorno Sul o tenente deu voz de abordagem aos marginais, depois de um caminhão bloquear a pista. Os bandidos não pararam e foram em direção ao tenente, que acabou atingido em cheio. No local, os policiais militares, ainda em choque, preferiram não gravar entrevista para confirmar a versão dada por quem viu o atropelamento.

PM em luto com a morte do tenente

Sem reação

Os socorristas do Corpo de Bombeiros encontraram o tenente inconsciente e em parada cardíaca. Iniciaram diversas tentativas para reanimá-lo, mas sem sucesso. Depois de atropelar o oficial, os marginais abandonaram o veículo na marginal do Contorno Sul, na Av. Juscelino Kubistchek de Oliveira, e fugiram para um matagal aos arredores de uma empresa.

Buscas

Até o final da noite desta segunda-feira, a dupla de assaltantes ainda não tinha sido presa. Várias viaturas de diversos batalhões da Polícia Militar fazem buscas pela região.

Comoção

O tenente Taborda era casado e tinha um filho de três anos. A morte dele gera intensa comoção nas redes sociais, uma vez que o oficial era muito querido por todos. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.