(Foto: Polícia Civil)

Durante diligências do Grupo de Diligências Especiais (GDE) de Cascavel, dois irmãos – uma mulher de 20 anos e um adolescente de 14 – foram reconhecidos pelo próprio avó, suspeitos de utilizarem o cartão do banco do idoso, de 67 anos. A dupla gastou cerca de R$ 8 mil em compras e saques.

O furto aconteceu na quinta (25/10), na Rua Ônix, no bairro Esmeralda, quando subtraíram do interior da residência da vítima, a carteira com documentos. Segundo relatou a vítima, sua carteira estava dentro de um guarda roupa, contendo R$ 200,00 em dinheiro, o cartão bancário, e a senha do cartão.

Durante as investigações, a equipe constatou que o cartão tinha sido utilizado para um saque de R$ hum mil e ainda realizaram compras em lojas na cidade, no valor de R$ 6.838,26. Durante as diligências nos locais em foram efetuadas as compras e sacado o dinheiro, foi constatado que as ações foram praticas por uma moça, que a vitima reconheceu sendo sua neta.

Assim que a equipe localizou a neta, ela foi encaminhada para a delegacia, onde inicialmente negou os fatos, mas diante das evidências apresentadas acabou confirmando o crime e ainda que o delito foi praticado de forma premeditada, juntamente com seu irmão.

Os suspeitos relataram todo o modus operandi, e que dividiram o dinheiro em partes iguais. Após o crime, jogaram a carteira num matagal próximo onde moram. Ambos foram autuados e encaminhados para a 15ª SDP. Ela reapoderá pelo crime de furto e aguarda à disposição da Justiça. Ele por ato infracional análogo ao furto e entregue aos responsáveis.

Foram recuperados o cartão bancário da vítima, e produtos comprados com o cartão e dinheiro furtado, tais como: roupas diversas, bonés, mochilas, tênis, um celular.