A Polícia Civil do Paraná (PCPR) concluiu o inquérito policial que apurou o homicídio de Edson Amadeu Ferreira de Lima, de 61 anos, ocorrido no dia 24 de setembro deste ano, no bairro Tingui, em Curitiba. Para a polícia, não há dúvida de que o jovem Lucas Rodrigues de Oliveira, de 18 anos, matou o avô por afinidade de forma proposital e planejada. Lucas está foragido e foi foi indiciado por homicídio qualificado.

Momento da chegada do autor acompanhado do namorado – Reprodução

Durante as investigações, a PCPR ouviu o próprio autor do crime, que alegou legítima defesa. Porém, de acordo com a delegada Tathiana Guzella, provas apontam que houve a intenção de matar.

“Ele alegou legítima defesa dias depois ao depor, o que também havia sido confirmado pela avó, que era esposa da vítima. Porém, outras provas dão conta que houve sim a intenção de matar o avó por afinidade. Tivemos a certeza disso com o acesso a um áudio do namorado do autor encaminhado para uma amiga. O áudio comprova a intenção do autor de matar quem ele mesmo chamava de avô”.

Áudio

A Banda B teve acesso ao áudio em que o namorado diz que Lucas estava subindo no apartamento para matar o avô.

“Amiga, estou desesperado. O Lucas quer matar o avô dele, não quer tirar isso da cabeça dele. Estou desesperado, não sei o que eu faço”, revela o áudio.

Lucas é procurado pela polícia

Segundo a delegada, outro depoimento reforçou a intenção de matar de Lucas. “Ouvimos, com o apoio de uma psicóloga, a criança de 7 anos, filha da vítima, que presenciou tudo e contou que o pai não estava preparado, distraído na sala, vendo o celular, quando o autor cometeu o crime”.

Os policiais civis também analisaram câmeras de segurança do prédio em que o crime ocorreu (ver imagens abaixo).

Foi apurado que no dia do crime, o rapaz chegou no apartamento – onde morava com a avó e com a vítima – acompanhado do namorado, que ficou aguardando do lado de fora da residência.

Ao entrar em casa, o jovem teria pego uma faca de cozinha e atingido a vítima com três golpes. Testemunhas relataram que as brigas entre os dois eram constantes.

A prisão preventiva do suspeito foi decretada no dia 9 de outubro deste ano. A PCPR fez diversas buscas para localiza-lo, mas até o momento ele encontra-se foragido.

Veja as imagens que a polícia teve acesso, dos momentos antes do crime, quando Lucas e o namorado chegam na casa da vítima: