A tristeza tomou conta de Blumenau, em Santa Catarina, na manhã desta quarta-feira (5). Quatro crianças foram mortas e outras cinco ficaram feridas no ataque de um rapaz de 25 anos que invadiu o Centro de Ensino Infantil (CEI) Cantinho Bom Pastor. O prefeito da cidade decretou luto de 30 dias e suspendeu aulas na cidade.

Foto: Reprodução/Whatsapp.

Segundo o coronel Diogo, do Corpo de Bombeiros, ao chegarem ao CEI, as equipes já constaram o óbito das crianças, que morreram na hora.

“Quatro crianças, três meninos e uma menina, entre cinco e sete anos […]. O autor pulou o muro com uma machadinha e desferiu golpes nas crianças, especialmente na cabeça. Os profissionais estão todos em choque, nós também estamos em choque com essa situação, mas vamos buscar dar apoio às famílias e aos profissionais”. 

detalhou o coronel Diogo, do Corpo de Bombeiros

As quatro crianças mortas são três meninos e uma menina, com idades entre 4 e 7 anos:

  • Bernardo Cunha Machado – 5 anos
  • Bernardo Pabest da Cunha – 4 anos
  • Larissa Maia Toldo – 7 anos
  • Enzo Marchesin Barbosa – 4 anos

Entre os feridos estão três meninas e dois meninos. Uma das crianças ficou gravemente ferida. Quatro vítimas foram encaminhadas ao Hospital Santo Antônio e uma das crianças foi levada pela mãe ao Hospital Santa Izabel. 

Foto: Reprodução/Mesorregional.

Blumenau em luto

O prefeito da cidade, Mário Hildebrandt, disse que a cidade está prestando todo apoio possível às famílias, tentando de todo modo consolar quem perdeu algum dos pequenos. Sobre medidas práticas, Mário suspendeu as aulas nas escolas municipais.

“Também sugerimos para o Estado suspender as aulas, como nós fizemos, no dia de hoje e amanhã [quinta-feira] para que tenhamos condição de junto com essas famílias, acompanhar essas famílias que perderam essas crianças, e preservar a integridade das outras, pois não sabemos a efetividade dessas informações e denúncias das redes sociais, não sabemos o que pode estar acontecendo”. 

disse o prefeito da cidade, Mário Hildebrandt

O prefeito tomou a medida, pois surgiram informações de novos ataques e até mesmo de ameaças para outros dias. Como não se sabe ao certo o que pode acontecer, a decisão visa evitar o pior.

“Além disso, Blumenau decretou luto de 30 dias para que possamos tentar apoiar e estamos à disposição das famílias. Pedimos a Deus que nos dê graça e sabedoria para enfrentarmos esse desafio”. 

lamentou o prefeito da cidade, Mário Hildebrandt

O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello, lamentou o crime pelas redes sociais. Ele disse que determinou imediatamente a ação das forças de segurança. 

“Deixo aqui a minha total solidariedade. Que Deus conforte o coração de todas as famílias neste momento de profunda dor”. 

disse o governador de Santa Catarina, Jorginho Mello
Foto: Reprodução/Polícia Militar.

Criminoso preso

O suspeito do crime, de 25 anos, se entregou no 10º Batalhão da Polícia Militar, logo após o crime. Segundo a PM, o rapaz foi a pé até a unidade e contou o que havia feito.

Embora pelas redes sociais circulem inúmeras informações, ainda não foi apurada oficialmente a motivação do crime. O delegado Ronnie Esteves, da Polícia Civil, disse que este será o trabalho agora.

“Vamos trabalhar para tentar entender o histórico desse autor. A Polícia Civil está empenhada na identificação da motivação desse ataque, vamos tentar o quanto antes desvendar e apurar a motivação desse autor”.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ataque em creche de Blumenau deixou 4 crianças mortas e 5 feridas: ‘Estamos em choque’, diz bombeiro

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.