Foto: Flávia Barros – Banda B

 

Morto a tiros no começo da tarde desta quinta-feira (22), o jovem Adriano Aleixo Vargas, de 23 anos, havia sido pai há dez dias e prometeu à família que não se envolveria mais com a criminalidade. Vargas foi assassinado na Rua Rutildo Polido, no bairro Cajuru, em Curitiba. Ocupantes de um carro passaram e disparam contra a vítima, que levou cinco tiros.

De acordo com a delegada Aline Manzatto, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o assassinato tem características bastante claras de execução e a lei do silêncio impera na região. “A esposa da vítima diz não saber o que aconteceu e o motivo do crime, mas comentou que a vítima tinha dito que pararia de atuar em meios criminosos”, disse.

Vargas tinha passagens pela polícia, mas a DHPP não confirmou até o momento por quais crimes. Ele foi morto com disparos de pistola .40.

Segundo os familiares, o jovem trabalhava como mecânico e saiu buscar gasolina em um posto de combustíveis, quando acabou sendo vítima da tocaia.

Qualquer informação que auxilia a DHPP na investigação pode ser repassada pelo telefone 0800 6431 121.

Notícia Relacionada: