Hospital do Cajuru – Foto: Flávia Barros/Banda B

Um jovem de 20 anos foi morto a tiros na tarde deste sábado (5) quando saía de uma mercearia na rua Professora Olga Balster, no bairro Cajuru, em Curitiba. Apesar do rápido atendimento do Samu, que levou apenas seis minutos para chegar ao local do crime, a vítima Wesley Luan Leite Padilha morreu ainda no deslocamento ao hospital.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, o jovem já havia sido baleado anteriormente e, há dois anos, foi preso por violência doméstica.

O socorrista Fernando, do Samu, esteve no local e afirma que, segundo testemunhas, os atiradores aguardavam a vítima sair do estabelecimento comercial para atacá-la. “O jovem estava deixando a mercearia quando foi abordado e foi alvejado. Dois tiros acertaram o crânio e o pescoço. Ele foi transportado com algum sinal vital mas faleceu ainda no deslocamento”, relata.

Ambulância deixando o local do crime – Foto: Flávia Barros/Banda B

O crime gerou grande comoção no bairro, reunindo familiares e um grande número de curiosos no local, situação que atrapalhou o trabalho da equipe médica. “Isso complica nossas atividades, dificulta o isolamento adequado da área e compromete a saúde da vítima”, revela o socorrista.

Fernando ainda ressaltou a dificuldade de responder a chamados como o dessa tarde, no Cajuru. “Essas situações são perigosas, nós nunca sabemos se o agressor ainda está no local ou espreitando as equipes de atendimento, mas temos sempre que desempenha a nossa missão”, disse.