Após uma festa em família, a diarista Márcia Aparecida Cardoso, de 39 anos, foi sufocada até a morte pelo namorado, Cleber Rodrigues Pedroso, de 30. O crime aconteceu durante a madrugada deste domingo (29), na Rua Renaldo Rebinski, na Vila Zumbi dos Palmares, em Colombo, região metropolitana de Curitiba. Pedroso se apresentou à Polícia Militar (PM), onde confessou o crime e alegou que o fez pelo efeito do álcool.

Crime aconteceu durante a madrugada em Colombo (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

 

Segundo o investigador Luiz Felipe, da Delegacia do Alto Maracanã, o crime aconteceu após uma festa na residência, em que estavam presentes os filhos de Márcia e as namoradas deles. “Ontem a vítima e autor fizeram uma confraternização e foram para o quarto. Então, o autor e a vítima brigaram e, neste momento, ela foi sufocada e morreu aqui no local. O suspeito disse que ela o agrediu e depois ele a enforcou”, descreveu à Banda B.

Depois do crime, o autor foi até uma sede da Polícia Militar, onde confessou o crime. Quando os policiais civis chegaram na residência, os filhos e as namoradas ainda dormiam, sem saber o que tinha acontecido. “Ele se apresentou e confessou o crime. Falou que, por ter bebido, acabou matando a companheira. Quando chegamos na residência, os filhos dormiam e não sabiam do crime”, explicou o investigador.

Em entrevista à Banda B, um dos filhos de Márcia comentou que ela e o autor tinha se separado há dez anos e agora estavam retomando o relacionamento. “Ele nunca deu sinais de que poderia fazer isso, mas mostrou que é um verdadeiro filho da p***. Ontem estavam super bem, se abraçando e tudo mais. A gente nunca imaginou que isso poderia acontecer”, disse.

O suspeito permanece preso à disposição da Justiça. O corpo de Márcia foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).

Assista ao vídeo da chegada do suspeito à delegacia: